Pagina Inicial

Pagina Inicial
Nudismo vira arma para escapar da rigidez do sistema no Vietnã – Imprensa Bahia
Romário Dos Santos

Nudismo vira arma para escapar da rigidez do sistema no Vietnã


  •  
  •  
  •  

Comportamento: No Vietnã comunista, o nudismo está longe de ser aceito. Mas em Hanói, os mais corajosos se encontram no rio para nadar, meditar ou fazer ioga, em busca de uma comunhão com a natureza que desafia as normas sociais.

Escondidos atrás de placas, ao lado do rio Vermelho, os homens se despem antes de mergulhar, jogar xadrez ou correr.

“Para nós, é importante vir aqui pois queremos estar em boa saúde”, explica Nguyen Tuan Nghia, de 43 anos, que frequenta esta improvisada praia de nudismo há 18 anos.

Nguyen, budista recém-convertido ao protestantismo, vê no nudismo uma forma de regressão, de volta à infância, algo como “um renascimento pela graça de Jesus ou Buda”.

Os frequentadores são em sua maioria funcionários públicos. Alguns vêm todos os dias, embora a temperatura neste período de inverno não ultrapasse 20ºC. Após nadarem, os banhistas se aquecem com um pouco de chá, fervido em uma pequena fogueira.

Não existe nenhuma associação oficial de nudistas no Vietnã nem na vizinha China. Os adeptos do nudismo se apropriaram desta praia selvagem, onde a polícia não os incomoda contanto que não causem confusão.

No Vietnã, assim no no Camboja ou em Mianmar, o nudismo é um tabu. E isto apesar de haver cada vez mais reuniões de nadadores nudistas na China, da Tailândia contar com retiros naturistas (sobretudo para estrangeiros) e da tradição dos banhos públicos, onde se entra nu, conservar sua popularidade no Japão e na Coreia do Sul.

– Sensação de liberdade –

A nudez é estritamente regulamentada nos filmes e na arte em geral no Vietnã e na China. Em setembro, durante a primeira exposição de fotos de nus organizada na Cidade de Ho Chi Minh (antiga Saigon), algumas das imagens não foram aprovadas pela censura.

Fonte: Terra

 


  •  
  •  
  •  
Outras Notícias:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *