Pagina Inicial

Pagina Inicial
Vitória a sua torcida, história, e tradição merecem respeito – Imprensa Bahia
Romário Dos Santos

Vitória a sua torcida, história, e tradição merecem respeito


  •  
  •  
  •  

A nação Rubro Negra, está atonita. Desde os acontecimentos, vexatórios, no estádio Manoel Barradas – Barradão – Onde o esporte perdeu para a provocação e violência. Não houve respeito à instituição, já centenária, tão pouco pouparam os torcedores, mães, irmãs de dirigentes e atletas, acrescendo o insulto, já hora de moda e do contexto ao estádio, do clube mandante, onde já foi disputada final de campeonato brasileiro.

Porém a agressão continua, pois houve denúncia do STJD – Superior Tribunal de Justiça Desportiva, através do procurador Dr. Hermes Hilário Teixeira Neto, além de pedido de suspensão que variam de 2 a 12 partidas de suspensão a alguns atletas vê -se a indicação de que o EC Vitória sofra uma das mais severas punições: O rebaixamento à segunda divisão do campeonato baiano.

A QUEM INTERESSARIA TAL PUNIÇÃO AO VITÓRIA..?

No histórico do futebol brasileiro, sulamericano e mundial, lamentavelmente, temos registros de vastos incidentes, com agravantes bem maiores do que no ocorrido jogo “BA X VI da paz”… Dr. Hermes Hilário, foi duro e ao que parece, deixou-se levar por sua paixão ao seu clube do coração, pois é de conhecimento público e registrado nas redes sociais fotos do promotor com a camisa do Esporte Clube Bahia.

Tanto é fato que o mesmo considerou-se, impedido de participar do julgamento do mérito logo após apresentação da peça juridica. Apresentam-se como testemunha de acusação dois jornalistas, funcionários da Rede Bahia, os repórteres Da nilo Ribeiro e Daniela Leoni,  ela, também declarada torcedora do tricolor baiano, vale a ressalva de  que a TV Bahia é a empresa oficial das transmissões do Campeonato Baiano, sob domínio da família do prefeito de Salvador, ACM Neto, e que até pouco tempo tinha em sua equipe de secretários o atual presidente do Bahia Sr. BELINTANI.

A TV Bahia contribuiu, indiretamente, com a referida.denúncia ao garantir, através de matérias,  trazendo supostas leituras labiais, que o treinador Wagner Mancinho teria autorizado o.atleta Bruno Bispo a tomar o segundo cartão amarelo e,  consequentemente, ser expulso.

A torcida do Vitória, em sua grande maioria, tem manifestado sua estranheza com a passividade da atual diretoria, a história e importância do clube no cenário esportivo nacional vem sendo desrespeitado, a pergunta que fica é….

AQUÉM. INTERESSA O REBAIXAMENTO DO EC VITÓRIA..?

A FBF – Federação Baiana de Futebol, através do presidente Edinaldo Rodrigues, que irá tentar se manter no posto, nas próximas eleições, concordará com tamanho contracenso e, no tribunal tirar o Vitória da primeira divisão do Campeonato Baiano de 2019 ..?

E a Rede Bahia, como pode comandar tão abertamente uma campanha, contra a tradição esportiva do Vitória e sua legião de torcedores..? Muito precisa ser explicado, pois o grande beneficiado de toda confusão foi, por incrível que possa parecer, o próprio EC Bahia, uma vez que o clube co-irmão, do Vitória, tinha 8 pontos ganhos até o BA X VI, tendo sido declarado vencedor somou 3 pontos, que o colocou entre os 4 melhores do campeonato, e tendo melhorado o saldo de gols…

A mídia, pelo que tem sido publicado insiste em responsabilizar, exclusivamente atletas, dirigentes e comissão técnica do Leão. Poucos consideraram as postagens, nas redes sociais onde o atleta Vinicius,desdenha de forma pejorativa do estádio rubro negro, falando obscenidades contra mães e irmãs dos atletas adversários, culminado com a dança e gestos obscenos à frente da torcida do Vitória. Creio que é o momento oportuno para aparecer aqueles que sempre amaram e defenderam os interesses do EC Vitória, pois a cada momento de bastidores fica a impressão de que existem interesses ocultos, e o Vitória está sendo massa de manobra.

Ressalte-se que o único  dirigente que tem defendido  o EC Vitória é  o ex-presidente Paulo Carneiro. De maneira corajosa ele tem posicionado, contrário  à interpretação de que o único culpado é  a instituição  Vitória, seus atletas e dirigentes. Diante de tamanha campanha auto destruição do clube, faz-se necessário que outras figuras históricas unam-se, e formem com Paulo Carneiro  um exército  em defesa do Leão.

A instituição, Vitória,  nada tem ver com questões politicas, relacionadas  à sucessão da FBF, quem tiver suas ambições, procurem seus objetivos,  é do jogo democrático. Assim como a primeira divisão e de fato e de direito do  clube com mais de 100 anos, que possui uma das mais apaixonadas torcidas do futebol brasileiro. Punam quem transgrediu a lei, concordam todos os torcedores e de ambos os clubes, só não é razoável  ações, desproporcional, como a que pede o rebaixamento do Esporte Clube Vitória, é desnecessário a tentativa de  manchar a história esportiva do EC Vitória.

Que os dirigentes retomem o controle da administração do clube e invistam nas categorias de base e no futebol profissional, a torcida precisa retornar a contar no elenco do Vitória com jogadores como os da foto, bons tempos que haverão de retornar para a felicidade de todos que torcem para um futebol baiano forte e competitivo…

Nota da Redação: A cada ano o Campeonato Baiano, tem seu público reduzido tornando-se deficitário e ainda tem pessoas do próprio  futebol  querendo tomar medidas drásticas contra uma das maiores instituição esportiva do Norte Nordeste. Força e resistência. Que a torcida engrosse a campanha #fechadocomovitoria


  •  
  •  
  •  
Outras Notícias:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *