Pagina Inicial

Pagina Inicial
Romário é acusado ocultar patrimônio, afirma O Globo – Imprensa Bahia
Romário Dos Santos

Romário é acusado ocultar patrimônio, afirma O Globo


  •  
  •  
  •  

O senador Romário (Podemos-RJ) teria ocultado, segundo o jornal O Globo, uma parcela milionária do seu patrimônio para evitar o pagamento de dívidas reconhecidas pela Justiça. Segundo as informações do jornal carioca, dois apartamentos no Rio de Janeiro foram identificados em juízo e vão ser utilizados na amortização das dívidas.

A lista também deve incluir uma casa em um condomínio de luxo e um carro importado. Os bens estiveram ou ainda estão registrados em nomes de terceiros e totalizam uma avaliação de R$ 9,6 milhões.

Segundo O Globo, Romário e suas empresas têm dívidas de R$ 36,7 milhões com a União, outras empresas e pessoas físicas.

“O expediente é tal flagrante que não pode ser ignorado. Não é preciso maior dilação para se concluir pela ocultação de patrimônio para fraudar credores”, escreveu em um despacho de outubro do ano passado a juíza Érica de Paula Rodrigues da Cunha, da 4ª Vara Cível da Barra.

Ainda de acordo com o Globo, a defesa do senador teria atrapalhado o andamento das investigações. O advogado Luiz Sérgio de Vasconcelos Júnior, contratado pelo ex-jogador, retirou do cartório uma das ações e só a devolveu quando a Justiça expediu um mandado de busca e apreensão.

O advogado pode retirar os autos de um processo no tribunal e não há prazo específico para a devolução, mas precisa haver uma justificativa. Em função disso, os advogados de defesa agora só poderão consultar o processo dentro do cartório do tribunal neste caso. Ao Globo, o advogado disse que ficou com o documento porque “estava estudando o processo e medidas para tentar revertê-lo”.

Romário, que foi jogador profissional entre 1985 e 2009, é senador pelo Rio de Janeiro desde 2015. Antes, havia sido deputado federal entre 2011 e 2015. Inicialmente filiado ao PSB, ele foi para o Podemos em 2017. Em setembro, Romário anunciou a sua pré-candidatura ao governo do Rio.


  •  
  •  
  •  
Outras Notícias:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *