Pagina Inicial

Pagina Inicial
Exclusivo: Associação de Taxi Comunitário é lançada em Simões Filho – Imprensa Bahia
Romário Dos Santos

Exclusivo: Associação de Taxi Comunitário é lançada em Simões Filho


  •  
  •  
  •  

Foi realizado na noite do dia 12, no Espaço Lara Luz, localizado na Via Universitária – Bairro Vida Nova – Simões Filho a ASTACOM – Associação dos Prestadores de Serviço de Taxi Comunitário de Simões Filho.

O Projeto de Implantação do Serviço de Táxi Comunitário, no município de Simões Filho, nasceu da necessidade de regularização e amparo legal surgido com a prestação de serviço de transporte coletivo denominado pelos usuários de LIGEIRINHO. As constantes ações de fiscalização, realizada pela SETRAN, elevou a tensão e insegurança aos prestadores de serviço e, consequentemente aos usuários.

Reconhecido como de fundamental importância pela população, os operadores do Ligeirinho, buscaram orientação junto ao contador e consultor Jorge Salles, através da empresa JS Contabilidade. Os profissionais da JS, iniciaram o processo de pesquisa e viabilidade jurídica, obtendo lastreamento legal nas Leis 12.468 de 26.08.11 e Lein 12.587 de 2012.

 TÁXI COMUNITÁRIO

 SALVADOR

Os taxistas de Salvador começaram a operar o serviço de corrida compartilhada a partir de 25.01.17, com a possibilidade da oferta de corrida dinâmica aos clientes/usuários.

SÃO PAULO

Foi aprovado o Projeto de Lei que incentiva o uso do táxi como transporte público. Como utilizam os corredores de ônibus, teem os  trajetos definidos próximos aos terminais de ônibus e estações do metrô. A aprovação do Projeto de Lei 770/213, foi em 09.12.14.

PORTO VELHO 

A exemplo da capital Manaus, (Amazônia), os taxistas lançaram em 14.12.17, o sistema Táxi Comunitário, uma resposta á concorrência do UBER.

RIO DE JANEIRO

Cita-se como exemplo de sucesso a implantação do Táxi Comunitário na cidade de ARARUAMA, segundo a prefeita  Lívia Bello, responsável pela sanção da Lei 2.187 de 19 de Junho de 2017.

“O Táxi Comunitário Ponto a Ponto destina-se ao transporte de passageiros com tarifa fixada pelo Poder Executivo, obedecendo itinerário previamente fixado.

COMISSÃO DE JUSTIÇA

Foi entregue ao Sr. Weliton Rosário, que esteve representando o presidente da  Comissão Permanente de Justiça da Câmara de Vereadores de Simões Filho – Vereador Sandro Moreira –  a minuta da Proposta de Projeto de Lei, elaborada pela ASTACOM para posterior avaliação, por parte dos membros do Legislativo, em Simões Filho, que ao terem acesso à temática, terõ condições de discutir a matéria  e a elaboração, discussão e aprovação, em definitivo do sistema do modal de transporte coletivo Táxi Comunitário a ser implantado pelo executivo municipal.

Welinton Rosário, ao fazer uso da palavra afirmou:

“O gabinete do Vereador Sandro Moreira, estará sempre aberto para receber e dar sua contribuição às demandas apresentadas pela sociedade civil. Ciente das dificuldades enfrentadas, pelos usuários do transporte público em Simões Filho, Sandro Moreira irá avaliar a proposta de projeto de lei, ora entregue pela ASTACOM. Posteriormente irá discutir o assunto com o Presidente da Comissão de Transporte da Câmara, Vereador Everaldo Dos Santos – Vel.

Assim após avaliação dos Edis poderemos avançar e darmos uma resposta aos associados ASTACOM bem como à comunidade Simõesfilhense sobre a implantação do sistema Táxi Comunitário.

Documento de igual teor será entregue, pelo presidente da ASTACOM – Ricardo Silva de Souza, à procuradora do Ministério Público do Estado da Bahia – Lara Ferrari, conforme ficou pré estabelecido em audiência entre Ricardo Silva e a referida promotora, em audiência realizada a aproximadamente 60 dias atrás. O conteúdo do documento também será encaminhado ao prefeito Diogenes Tolentino, líder do Poder Executivo em Simões Filho.

 

Nota da Redação: Agradecemos a confiança, dos membros da ASTACOM, em convidar a equipe do imprensabahia, para realizar a cobertura do evento.

 


  •  
  •  
  •  
Outras Notícias:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *