Pagina Inicial

Pagina Inicial
Residencial Pitanguinha, mini caixa coletora traz acumulo lixo, baratas, mosquitos. – Imprensa Bahia
Romário Dos Santos

Residencial Pitanguinha, mini caixa coletora traz acumulo lixo, baratas, mosquitos.


  •  
  •  
  •  

Os moradores do Residencial Pitanguinha, estão sendo expostos por absoluta, falta de sensibilidade administrativa, da JOTAGÊ, Secretaria do Meio Ambiente, e órgãos fiscalizadores, a uma situação degradante.

Várias já foram as matérias publicadas, inclusive pelo site imprensabahia, clamando atenção da JOTAGÊ e dos membros da equipe de governo do prefeito da Boa Terra, sobre a situação do acúmulo de lixo, no Residencial.

Desde que se encerrou o contrato da MM, com a  retirada das duas caixas coletoras, de sua propriedade. Ficamos, mais de 3 meses, sem termos onde depositar o lixo doméstico. Ambiente perfeito para proliferação de ratos, moscas, mosquitos e uma condição a céu aberto propicio para, criadouros do mosquito da dengue…

Mesmo com atraso, a JOTAGÊ, fez  a colocação das novas caixas.  Só que, estranhamente a substituição foi incorreta. Instalaram uma mini caixa coletora. A população reclamou, reclamou, e nada foi feito. Ao contrário, a segunda caixa, mesmo com as reclamações, foi colocada do mesmo mini tamanho.

Como consequência da falta de fiscalização dos órgãos competentes, do governo da Boa terra, nossa boa gente do Residencial Pitanguinha, convive diariamente, com uma superlotação das caixas, aliada à falta de educação ambiental de alguns moradores, criando o ambiente ideal para o caos.

Na noite do último sábado, a equipe de jornalismo do imprensabahia, registrou o flagrante da inviabilidade de continuarmos utilizando tais equipamentos para descarte do lixo.

A JOTAGÊ, só enviou o caminhão na noite de Segunda… Ou seja, domingo o cenário era de um verdadeiro lixão urbano.

O Residencial foi planejado com mais de 450 apartamentos, Elias Melo, comandante do meio ambiente, já passou da hora de juntar esforços com as demais secretarias para solucionar tal situação devido aos  riscos às crianças, jovens e idosos, podendo evoluir para uma epidemia. E não precisamos colocar na pauta o quanto a pasta da saúde já tem sua própria demanda.

Agora, que a população não suporta mais continuar exposta à situações como essa é um fato. 

Secretariado, pessoal de fiscalização e planejamento,  já é passado o momento de cuidarem do povo da boa terra.

Lembrem-se, irão precisar dos votos dessa boa gente. E ainda fala-se em deputado da Boa Terra, mesmo com o tratamento dispensado à Boa Gente…

Nota da Redação: O caminhão de lixo passa, regularmente,de segunda à sexta, após as 22h.

 


  •  
  •  
  •  
Outras Notícias:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *