Pagina Inicial

Pagina Inicial
Brasil, não somos mais a pátria de chuteiras. Perdão mestre Nelson Rodrigues – Imprensa Bahia
Romário Dos Santos

Brasil, não somos mais a pátria de chuteiras. Perdão mestre Nelson Rodrigues


  •  
  •  
  •  

Os dados estatísticos apresentados, na pesquisa citada na parte  final deste editorial, é um retrato,  revelado através de um simples e observador olhar ao nosso cotidiano.

Muitas são as preocupações, necessidades e prioridades do povo brasileiro nos dias atuais. A falta de emprego, escassez de renda, desigualdade social e de oportunidades, afastaram-nos dos nossos ídolos.

O futebol permitiu, aos mais afortunados, uma meteórica ascensão social, todos os jogadores da seleção brasileira estão, utilizando-se uma conhecida expressão popular, com o “Burro-na-sombra”, enquanto os torcedores não tem reconhecido os seus direitos mais elementares.

Resta-nos o acúmulo de dividas, deixamos de ser à muito tempo a pátria de chuteira, pois os signatários e donos do poder, roubaram nossos sonhos e junto furtaram nossas esperanças. Além de terem cortado elo de ligação entre uma torcida apaixonada, quebrando-se o encanto pela seleção canarinho.

Todos juntos, Vamos…!!! Pra frente Brasil…!!! Salve a Seleção…

Este canto perdeu-se o encanto, bem antes dos 7×1. O povo brasileiro foi jogado à margem das grandes decisões. A cada nova eleição, somos convocados, obrigatoriamente, a votar. Votamos, porém nosso voto não muda, ou altera, o rumo.

Polícia Federal, Ministério Público e o S T F

O “jogo” é decidido por essas três esferas do Poder. A Republica Federativa do Brasil, tem suas entranhas reveladas através das várias operações, sob comando da Polícia Federal, Ministério Público e Superior Tribunal Federal.

Mesmo assim não está garantido o “fair play” o Jogo Limpo, a “torcida” fica perplexa com as jogadas das vossas excelências Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli, Renan Calheiros, Gleisi Hoffman, Paulo Bernardes, Agripino Maia, Sérgio Cabral e …

No campo político o cenário é de pântano: Michel Temer, preside mas não manda, Lula lidera, porém está preso. Sérgio Cabral faliu o Rio de Janeiro, e sob comando de Pezão já não é mais tão lindo e muito menos seguro. Comandado por milícias mesmo sob intervenção militar.

Bahia, terra de encantos mil… A torcida aqui é por manter-se vivo. Outra alarmante pesquisa indica que nos últimos 10 anos, subimos na escalada da violência… Contra as mulheres, crianças, Jovens, adolescentes e negros…

Como deixar-se animar por uma Copa do Mundo, que consegue a inexpressiva porcentagem de 24% de apoio do povo Russo…?

Hexa…? NeymarJr, Marcelo, Jesus…!!!

Queremos Emprego, Educação, Segurança…

A Pátria de chuteiras adormeceu para o Futebol. Pois, estamos perdendo diariamente nossa alegria, por tantas derrotas sofridas em nosso dia-a-dia.

Somos milhões de UNS, querendo muito mais da Pátria Amada Brasil…!!

Às vésperas da Copa do Mundo na Rússia, o desinteresse dos brasileiros pela competição bateu recorde ao atingir 53%, segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira (12) pelo DataFolha.

O levantamento foi realizado na semana passada e, em comparação com a última pesquisa, feita no final de janeiro, o número de brasileiros que afirmaram não ter nenhum interesse pelo Mundial aumentou 11%.
Ainda segundo dados do DataFolha, a marca é a pior desde às vésperas da Copa do Mundo de 1994, nos Estados Unidos, quando o instituto realizou pela primeira vez o levantamento de desinteresse pelo Mundial.

O desinteresse pela Copa do Mundo é maior entre as mulheres (61%), pessoas de 35 a 44 anos (57%), moradores da região sul (59%) e com renda familiar de até dois salários mínimos (54%).

A pesquisa apontou que somente 18% dos entrevistados estão muito interessados no torneio, mesma marca dos que afirmaram ter médio interesse. Os que declararam ter pouco interesse somam 9%.

De 1994 até hoje, o interesse pela Copa despencou de 56% dos brasileiros para apenas 18%. A Copa do Mundo começa nesta próxima quinta-feira (14) com a partida entre Rússia e Arábia Saudita, em Moscou. O Brasil, por sua vez, estreia na competição no domingo (17), diante da Suíça, em Rostov.

https://istoe.com.br/frios-e-realistas-russos-ainda-estao-indiferentes-com-a-copa-das-confederacoes/

Nota da Redação: Nelson Rodrigues, no país das chuteiras, ninguém escreveu sobre o futebol com tanta graça e gênio quanto ele.

Romário dos Santos – Jornalista – Responsável pelo editorial do site, Imprensabahia

 


  •  
  •  
  •  
Outras Notícias:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *