Pagina Inicial

Pagina Inicial
Brasil encara Argentina em amistoso no qual busca futebol 'convincente' - Imprensa Bahia – Simões Filho
Romário Dos Santos

Brasil encara Argentina em amistoso no qual busca futebol ‘convincente’


  •  
  •  
  •  

O clima de decisão que ronda Brasil e Argentina não ficará restrito ao troféu que o vencedor receberá nesta terça-feira. Às 15h (de Brasília), a Seleção Brasileira entra em campo em Jedá (SAU) sob pressão por um futebol convincente.

A tensão em torno da equipe canarinho tornou-se nítida logo que Tite chegou à entrevista coletiva. Ao contrário de outras partidas, o treinador não divulgou quem será titular no Estádio King Abdullá:

– Eu não me sinto confortável, não é a minha praia, mas em algumas circunstâncias, é importante. Não quero dar ao adversário a chance de conhecer a escalação.

A tendência é de que Tite faça seis mudanças em relação à vitória por 2 a 0 sobre a Arábia Saudita. Alisson, Danilo, Miranda, Filipe Luís, Arthur e Firmino tendem a entrar em campo em Jidá.

Em um clima de cobrança pedido pelo treinador da Seleção Brasileira, Neymar prega respeito, mas garante que a equipe não fugirá da responsabilidade:

– Sempre ressaltamos a qualidade da Argentina, dos jogadores que existem na seleção argentina hoje. É um jogo muito difícil, temos que fazer nosso papel, nosso trabalho, e é sempre gostoso de jogar. Favoritismo não existe.

ARGENTINA FAZ TESTES E NÃO SE INTIMIDA COM BRASIL

Nem mesmo o início de ciclo faz a Argentina se intimidar com a iminência do “Superclássico”. Em entrevista coletiva nesta terça-feira, o interino Lionel Scaloni descartou que o rótulo de favorito esteja nas mãos do Brasil:

– Uma partida de futebol tem tantas variáveis que é apressado dizer quem é favorito ou não. Tem que tomar a iniciativa de jogo e fazer o melhor possível: os favoritos são vistos no campo. Eles vêm mais rodados, com um treinador há mais tempo de trabalho, mas não sei se é vantagem.

O treinador elogiou Neymar:

– Está entre os três melhores do mundo. Não temos Leo (Messi) e ainda temos de frear Neymar. Vamos correr, buscar a vitória, queremos ver se dará tudo certo.

A equipe terá novidades em relação à goleada sobre o Iraque. Saravia, Otamendi, Tagliagico, Battaglia, Paredes e Icardi serão testados.

O vencedor da partida dará volta olímpica. Em caso de empate, o campeão será conhecido na decisão por pênaltis.

FICHA TÉCNICA

BRASIL x ARGENTINA

Data-Hora: 16-10-18- 15h (de Brasília)
Estádio:  King Abdullah, em Jidá (SAU)
Árbitro: Felix Brych (ALE)
Assistentes: Mark Borsch (ALE) e Stefan Lupp (ALE)
Árbitros no VAR: Gunter Perl (ALE) e Robert Hartmann (ALE)

BRASIL: Alisson, Danilo, Marquinhos, Miranda e Filipe Luís; Casemiro; Arthur (Fred), Renato Augusto, Coutinho e Neymar; Firmino. Técnico: Tite

ARGENTINA: Romero; Saravia, Otamendi, Pezzella e Tagliagico; Battaglia, Paredes, Lo Celso e Dybala; Icardi e Lautaro Martínez (Angel Correa). Técnico: Lionel Scaloni


  •  
  •  
  •  
Outras Notícias:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *