Pagina Inicial

Pagina Inicial
Já é Carnaval...Camarotes já começam a montar suas estruturas para o carnaval - Imprensa Bahia – Simões Filho
Romário Dos Santos

Já é Carnaval…Camarotes já começam a montar suas estruturas para o carnaval


  •  
  •  
  •  

Faltam 45 dias para a maior festa de rua do planeta, mas a cidade já respira Carnaval. Prova disso é que a montagem das estruturas dos camarotes já começou e segue em ritmo acelerado nos dois principais circuitos da folia momesca soteropolitana. O Circuito Dodô (Barra-Ondina), que abriga os maiores e mais badalados camarotes, parece um canteiro de obras, com tapumes, operários e barulho de ferramentas. 

Segundo a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), até ontem (14), oito camarotes solicitaram autorização para montagem: Harém, Salvador, Skol, Planeta Band, Villa Mix, Club, Nana e Polícia Militar.  

Com o fluxo intenso de baianos e turistas transitando pelo calçadão, muita gente precisa driblar as peças de montagem dos camarotes para seguir caminho. 

No último domingo (13), a Sedur realizou operação para fiscalizar a montagem das estruturas nos camarotes do circuitos Dodô (Barra/Ondina) e Osmar (Campo Grande), com o intuito de garantir o ordenamento durante a festa, que acontece de 28 de fevereiro e 6 de março. 

A pasta realizou quatro vistorias, nas quais os camarotes  Skol, Club e Camarote.com foram notificados para remover estruturas metálicas instaladas em via pública. “Além de atuarmos para garantir o sucesso do Carnaval de Salvador, também precisamos manter a ordem para que o dia a dia dos moradores da cidade não seja comprometido. Para isso, nossas equipes irão fiscalizar os circuitos para garantir que a legislação seja seguida à risca”, afirmou o secretário de Desenvolvimento e Urbanismo, Sérgio Guanabara.

Mas há quem afirme nunca ter enfrentado problemas de mobilidade por conta das obras. “Para mim não atrapalha em nada, nem interfere no meu passeio com os cachorros, e também é uma festa que todo mundo gosta, então a montagem é necessária”, opinou a doméstica Nilda do Santos (38), que trabalha em Ondina há três anos.

FESTA INDOOR

Ao passar em frente à estrutura do Camarote Club, próximo ao Morro do Gato, o contador Adson Batista (42) disse que apesar frequentar o Carnaval de Salvador, ele acredita que os camarotes ajudaram a enfraquecer o desfile de blocos nos últimos anos. Para ele, a tendência é o que o Carnaval soteropolitano se torne uma folia indoor. “O axé music está em declínio. Não há investimentos nos blocos e as pessoas também estão procurando a segurança e conforto que encontram nos camarotes”, opinou. 

De férias em Salvador, a turista alagoana Mariana Fonseca (26) lamentou não poder ficar para curtir o Carnaval. “Eu sempre assisto pela TV. No próximo ano vou me programar para conhecer de perto”, garantiu. 

Fonte: SECOM/PMSA


  •  
  •  
  •  
Outras Notícias:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *